quarta-feira, 29 de junho de 2016

PORTUGAL PODE SAIR DA UE

Resultado de imagem para união europeia


Segundo rumores que passam de orelha a orelha nos corredores da Assembleia da República, o nosso país pode vir a abandonar a União Europeia.

Esta possibilidade tem sido mantida sob elevado secretismo pois o abalo que iria causar em todo o mundo seria bem superior ao que o abandono do Reino Unido causou.

As nossas forças armadas deixariam de participar nas missões da comunidade, sobretudo o papel fundamental  do patrulhamento que os nossos submarinos desempenham no controle das fronteiras subaquáticas europeias.
Propõe-se, desde já que, devidamente engalanados, estejam disponíveis para abrilhantar as festas do São Pedro na Cova gala, do São João da Figueira da Foz e da Senhora da Agonia em Viana do Castelo.
Na "época baixa" das festas e romarias, submersos  a profundidade que se considerasse conveniente, serviriam para refrescar as "mines" da messe de oficiais do Alfeite evitando também assim o debotar das tintas com o sol se estivessem à superfície.

Já no que respeita aos mercados financeiros, o pânico seria total pois sabe-se o quanto a Europa depende do financiamento da banca portuguesa ... que irão fazer a CGD, o BCP, o BANIF, BPP, BPN,... aos excedentes de capital se não o puderem escoar financiando a Europa ?

No mundo do trabalho, a Europa ficará em pânico pois os portugueses cumprirão mais um produtivo dia de trabalho no que estivesse reservado às eleições europeias.
A reconhecida produtividade nacional seria reforçada com mais este dia, desequilibrando ainda mais a balança de pagamentos a nosso favor.

Já no que respeita à livre circulação de pessoas e bens ... vai ser uma chatice.
Todo esse pessoal que "anda cá-e-lá" a transportar cenas... e coiso ... como, por exemplo, o motorista dum conhecido ex-primeiro-ministro, vai ter que mostrar o passaporte cada vez que sai e entra ... um aborrecimento na verdade.

Bom, vamos lá a ver o que isto vai dar ! 










2 comentários:

  1. Imaginemos um Golpe de Estado revolucionário, Portugal saí da UE e não paga a dívida... Muitos Bancos lá fora iam ficar, pelo menos chamuscados...

    ResponderEliminar
  2. Isso é que era!!!!
    Mas, depois, vinha o pior... sem financiamento não tínhamos "graveto" para comprar trigo para fazer os papo-secos, importar a "gasosa" prós pópós, os medicamentos para as farmácias e hospitais .,...

    É tudo muito lindo mas... somos uns miseráveis...

    ResponderEliminar