segunda-feira, 17 de julho de 2017

ALMOUROL E MUSEU NACIONAL FERROVIÁRIO



Olá a todos:

Conforme constava já no plano de actividades 2016-2017, no passado domingo, 9 de Julho de 2017, OS LESMAS foram passear junto ao Tejo.

A saída da sede foi às 09:00 como também estava já anunciado desde a última assembleia geral em 31/12/2014, ... bem, apenas uns minutos depois porque a Lurdes Góis e o João Luís atrasaram-se "derivado" duns últimos pastéis de bacalhau que demoraram mais tempo a fritar. 😀

Bem, e lá foram OS LESMAS até Penela onde se nos juntariam mais uns quantos de maneira a compor a caravana (éramos 30 participantes ansiosos por passear 😀 )




E em cerca de 45 minutos chegámos ao cais fluvial de Tancos onde já nos aguardava o guia turístico que nos iria acompanhar na viagem pelo Rio Tejo e no Castelo de Almourol.


É também habitual nem todos irem atentos e há sempre uma garotada que não tem atenção a nada ... e depois queixam-se porque chumbam no Exame e Admissão a Lesmas 😀




A viagem pelo rio demora cerca de 20 minutos e é bastante curiosa a diferente abordagem à ilha feita desta maneira 😎



A visita ao castelo foi igualmente muito interessante pois foram-nos dados a conhecer pormenores que não conheceríamos sem a visita guiada.



Apesar dos constrangimentos provocados pela apertada segurança, foi possível visitar todo o castelo, incluindo mesmo uma prolongada e difícil subida à sua torre de "ménage" 😀.



E a visita guiada prosseguia com a rapaziada atenta às explicações do competente guia que procurava atrair a atenção de todos.

No entanto, o calor apertava e as sombras eram os locais mais procurados... sendo também evidente o cansaço de alguns a quem a idade já não dá tréguas 😀



As "vistas" que se se conseguem alcançar das muralhas do castelo são lindíssimas e tivemos a sorte de ser prendados com um dia bem luminoso e de agradáveis temperaturas.





Já na parte final da visita ao castelo, a foto de grupo possível pois há sempre uns atrasados que demoraram mais tempo a apreciar o monumento. 


E já estávamos a regressar a Tancos, na mesma embarcação que estava por nossa conta. Eram já quase 13:00 e o parque de merendas estava reservado precisamente para as 13:00 😀


E os almoços dos Lesmas em "modo pic-nic" são sempre momentos de agradável convivío e boa disposição ... 


... para além dumas especialidades que alguns sempre levam.

Por exemplo, a Fernanda Bras leva sempre umas deliciosas especialidades que são muito apreciadas: conserva de lulas, conserva de sardinhas, conserva de anchovas, conserva de cavala, conserva de ... e tudo feito em casa no dia do passeio 😀




A representação dos Lesmas da Secção da freguesia de Cernache na mesa abaixo.


João Luís, Lurdes Góis, Gina e Carlos Apóstolo, Rui Geraldo e Isabel Jacob.


E aqui os representantes da recém criada Secção dos Lesmas do Oeste que irá marcar uma assembleia já para 2019 para decidir qual o valor das quotas, se serão grátis ou à borla 😀

Nelson Cruz, o 1º Presidente da Secção, Ana Cruz, Rui Nunes, o 2º Presidente da Secção, sandrine Nunes e Manuel Cambez o 3º Presidente da Secção 😀


E como sempre acontece há alguns que se esquecem do farnel e depois ..😀 😛


Bom, e depois de almoço, um cafézinho e umas lérias no bar do Cais Fluvial de Tancos, uns momentos de repouso à sombra fresca das àrvores ... era tempo de rumarmos ao Entroncamento para visitar o Museu Nacional Ferroviário.



Não conhecia e foi uma surpresa agradabilíssima ... Para além do material circulante de várias épocas (locomotivas, carruagens, vagões, ...) o museu apresenta ainda um espólio bastante rico de materiais, fardas, máquinas e equipamentos que serviam de apoio e suporte a toda a actividade ferroviária, quer de passageiros quer de mercadorias.






Um dos ex-libris do museu é o comboio real que é uma verdadeira e luxuosa obra de arte.

É composto por quatro veículos de via larga, a locomotiva D.Luis e o respectivo "tender", mais o salão D. Maria Pia e o Salão do Príncipe e era frequentemente utilizado nas viagens da família real de Lisboa a Vila Viçosa.

A locomotiva, de fabrico inglês em 1862, ganhou a medalha de ouro da Great London Exposition desse mesmo ano e manteve-se ao serviço até 1923.


E como é também usual nos passeios dos Lesmas, há sempre gente que aproveita para tirar ideias para bricolages caseiras.😀


E a visita decorreu em "modo livre" tal a enorme área do museu.


Para além dos pavilhões onde estão expostos materiais e equipamentos diversos bem como algumas lindíssimas miniaturas, o museu dispões duma enorme área coberta onde estão expostas as locomotivas a vapor de valor incalculável e cujo estado de conservação a todos nos deixou bem impressionados.




A tarifa de entrada, para o grupo, ficou em 4,50 para cada um e valeu cada cêntimo 😀

E como sempre acontece também, para alguns andarem a passear, outros têm que trabalhar e eu, como sou o Presidente de Julho, estive reunido com a administração do museu a tratar de assuntos dos Lesmas 👍




Uma foto do grupo depois da visita e antes de ir dar uma volta no "comboio" do museu  😀


Foi o momento mais divertido do passeio sem dúvida !!! 😀


Uma volta no pequeno comboio, conduzido por um maquinista funcionário do museu e que dá uma volta panorâmica por alguns locais do mesmo.



Foi o momento do dia em que os "grandalhões" se tornaram de novo meninos e desfrutaram do brinquedo ...






video

Bom... a visita ao Museu Nacional Ferroviário estava terminada e decidimos ir refrescar as gargantas ao parque ribeirinho de Vila Nova da Barquinha.


Mais uns momentos e convívio e boa disposição aproveitando a sombra, beleza e tranquilidade do local ... 

E depois duns "canecos", chegou a hora de nos despedirmos da rapaziada do Oeste e nós rumámos a norte, em direcção a casa pois tínhamos ainda que percorrer cerca de 90 kms.

E este foi mais um passeio d'OS LESMAS em que foi possível reforçar a nossa amizade, partilhar momentos de alegria e boa disposição, pôr a conversa em dia e dar uso às nossas "meninas" num dia especialmente bom para andar de mota.

Muito bom ... são as palavras que se me oferecem dizer e desminta-me quem tiver coragem 😀

Sem comentários:

Enviar um comentário