terça-feira, 19 de dezembro de 2017

JANTAR DE NATAL DOS LESMAS 2017




Olá a todos:

Com antecipado pedido de desculpas pelo atraso na publicação desta crónica aqui vai a "estória" 😀:

Depois dum interregno em 2016 que todos lamentamos, retomou-se a tradição e OS LESMAS realizaram o seu Jantar de Natal, desta vez no restaurante Manjares D'Avó, no IC2 perto de Condeixa onde fomos principescamente recebidos e tratados pela sua gerência, Marco e Alice, que não regatearam esforços para que tudo corresse "às 1000 maravilhas".



A sala estava decorada a preceito e de acordo com o grupo de convivas 😀
Uma belíssima HONDA CBX 1000 do proprietário ornamentava a sala bem no seu centro.


E à medida que  iam chegando foram-se "compondo" as mesas com os cerca de 50 participantes que disseram "presente" a mais este momento de convívio e boa disposição que caracterizam o nosso grupo.





Nem todos puderam, ao longo do ano, participar nos nossos passeios como gostariam mas a amizade e o espírito de companheirismo fizeram com que se pudesse juntar tão numeroso grupo.








Este ano, graças a um rigoroso trabalho dos Serviços Financeiros dos Lesmas, foi possível reservar uma verba do orçamento anual para a contratação dum Pai Natal que muito animou o nosso jantar.


Como é hábito também nesta ocasiões, o Sr. Director Geral, João Machado usou da palavra para fazer algumas (des)considerações sobre o ano que está a findar lembrando alguns dos seus momentos mais marcantes e anunciou que iriam ser agraciados os Lesmas que mais se distinguiram durante 2017.


Revelou que no início do ano tinha sido criada, em absoluto segredo, uma Comissão Técnica de Verificação que ao longo do ano tomou notas sobre o comportamento de todos os participantes nos passeios e a fiscalização de alguns itens que se consideraram relevantes.

Estiveram em análise os seguintes aspectos:

1. Apresentação pessoal, se, por exemplo, os participantes se apresentaram com os "pólos lesma";
2. Apresentação e limpeza da mota;
3. Correcta pressão dos pneus;
4. Consumos e níveis de CO2
5. Mesa de Pic Nic. 

Este último item, o mais valorizado de todos, o dobro da Apresentação Pessoal e o triplo da Correcta Pressão dos Pneus valia 10 pontos e visava distinguir positivamente as melhores e mais abastecidas mesas nos pic nic que fomos realizando ao longo do ano.

Antes das nomeações foi-me dada a palavra enquanto responsável pela Secção de Mototurismo e Marcação de Alojamentos, em acumulação com a Secção de Sedes e Outras Instalações momento em que comuniquei que o nosso projecto de alteração da sede não tinha sido aprovado e, assim, em 2018 manter-se-à a sede no mesmo local.


E enquanto o júri reunia para classificar os nomeados para o Prémio Lesma do Ano, o Pai Natal foi distribuindo as prendas que os serviços de aprovisionamento dos Lesmas adquiriram.

Para quem não sabe, todos os anos os membros do grupo inscrevem-se e aos seus filhos, indicando a idade e o tipo de prenda preferida.

A Exmª Administração dos Lesmas, de acordo com a verba disponível, contacta a Leopoldina e a Popota e abre um concurso para a aquisição das prendas conseguindo, desta maneira, proporcionar a todos momentos de surpresa e alegria ao receber a tão esperada prenda.



E o tão aguardado momento de saber quem tinha ganho o Prémio Lesma do Ano chegou.

Foram agraciados com este prestigiado prémio 25 elementos (tantos quantas as medalhas disponíveis 😀


Nesta foto o João Luís a receber a sua medalha 😀


e aqui o Rui Geraldo muito emocionado com o seu prémio 😀

Para além dos dois membros identificados na foto, merecidamente receberam ainda o Prémio Lesma do Ano:

Fernando Narciso, Ilídio Santos, Zé Francisco, Sérgio Boavida, Carlos Apóstolo, Gonçalo Almeida, António Tenente, Luis Bras, Ricardo Machado, José Neves, João Sousa, Hugo Estrelinha,  Pedro Caetano, Paulo Gouveia, Vitor Amado, Vitor Mesquita, Victor Marques, António Rodrigues, Tó Mané Ventura, Carlos Relvão, Jorge Duke, Miguel Santos e Manuel Sineiro, o exacto número de medalhas que tinham sido produzidos 😀

Após a distribuição dos prémios e aproveitando a presença dos sócios, estava prevista a realização duma Assembleia Geral com vista à eleição dos Corpos Sociais para 2018 mas tal já não foi possível por terem desaparecido os boletins de voto que alguém, inadvertidamente, usou para acender a salamandra.

Assim, e se não houver impugnação desta decisão, mantêm-se os Corpos Sociais de 2017 para o ano seguinte para evitar mais confusões burocráticas.

Em resumo:
O Jantar de Natal dos Lesmas foi mais um enorme sucesso onde a boa comida, a alegria e boa disposição, ... estiveram sempre presentes e onde reforçámos os laços de amizade que nos une e fazem de nós um grupo, ... "diferente", digamos assim 😀.

Boas Festas e Feliz Ano Novo a todos Os Lesmas.

Nota: como habitualmente, todas as fotos no facebook do grupo


terça-feira, 14 de novembro de 2017

OS LESMAS E O PASSEIO ÀS GRUTAS DE ST. ANTÓNIO




Olá a todos:

No passado domingo, 12 de Novembro e tal como constava no Plano e Orçamento 2017, Os Lesmas foram dar um passeio pelo Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros e visitar as Grutas de Santo António.

A rapaziada que iniciou o passeio na nossa sede, O Moleirinho em Cernache, saiu pelas 10:00 depois de tomado o café e ter-se posto a conversa em dia ... 😀


OS LESMAS são um grupo simpático e recebem os novos elementos com úteis conselhos que lhes permitem estar sempre à vontade 😀


E a restante rapaziada esperava-nos na nossa outra sede, na Jomotos, nos Matos da Ranha, onde igualmente nos esperavam mais um café acompanhado dos famosos pastéis de nata da Cláudia, a sempre disponível colaboradora da Jomotos que, mesmo ao domingo, adora receber-nos mesmo em prejuízo do seu descanso semanal 😀


E aqui a foto de grupo mesmo em frente à nossa sede, construída com o esforço dos nossos sócios e cujas instalações cedemos à Jomotos para "stander" e oficina, em troca duns cafés e pastéis. 😀


e lá nos fizemos ao caminho ... 


A caravana era composta por 21 participantes e 13 motos que seguiu pela M532 em direcção a Albergaria dos Doze ... e acompanhámos, durante algum tempo, este motociclista que, apesar de não ter colete, pensámos que também fosse um Lesma ...


e só ao fim de mais de uma dúzia de kms é que alguém se apercebeu que, afinal não era "um dos nossos" 😀

E os cerca de 40 kms que distam da Jomotos à Praia Fluvial do Agroal foram percorridos em agradável andamento, por entre floresta e pequenas povoações, até uma cujas ruas estavam em obras e com o piso bastante degradado, que obrigou a baixar o ritmo de algumas "não-GSs" 😛

Nesta época os dias são mais pequenos e as tardes mais "curtas", por isso, como grupo organizado que somos, resolvemos perder-nos logo de manhã pois, de tarde, podia não haver tempo 😉 😀 😛

Alguns eram de opinião que "os lentos devem ir à frente", outros defenderam a ideia que "formar por alturas" seria o mais sensato,  ... outros ainda que se deveria "organizar por marcas e, dentro destas, por cilindradas" ....



Por não se ter chegado a um consenso sobre a melhor forma de organizarmos a caravana e não nos perdermos novamente, foi resolvido logo o assunto pela ordem alfabética e conseguimos chegar à Praia Fluvial do Agroal "à tabela" ... 😀


Não conhecia e confesso que fiquei positivamente surpreendido ...


A autarquia e os concessionários apresentam aos visitantes um excelente e cuidado trabalho de conservação ... tudo muito limpo e arranjado, a nascente de águas límpidas, borbulhantes e cristalinas ... a sério que gostei. 👏

Tal como os caçadores, também os pescadores são uns exagerados ... 😀


Bom, fotos tiradas e tal ... era já mais de meio-dia e o Zér da Barrenta, onde iríamos almoçar distava ainda cerca de 40 kms, por estradas de serra, subindo encostas, descendo serpenteando por estradas estreitas, rodeadas de formações calcárias tão características daquela linda região.




E lá fomos, pelo IC 9, Fátima, N 357, ... até à Barrenta, onde nos esperava uma bacalhoada assada com batata a murro no Zé da Barrenta.


Depois de almoço, o destino eram as Grutas de Santo António, onde tínhamos agendada uma visita guiada para o grupo pelas 15:00





E aqui o grupo já preparado para entrar, organizando-se a aguardar o guia 😀




Há já muitos anos tinha visitado estas grutas e as recordações que tinha nada são parecidas com as que agora guardo ... 




As fotos não ilustram, de forma fiel, a beleza deste espaço que adorei revisitar.



Bom, e depois da visita efectuada, era tempo de prepararmos o regresso a casa ... 

Como já aqui foi referido, as tardes nesta época são pequenas e o sol parece pôr-se a uma velocidade incomum e demasiado rápida.

Estava prevista uma passagem por Fátima para acender uma vela à santa padroeira dos Lesmas mas, lamentavelmente, ninguém se lembrou de levar fósforos e o Luís Brás já não fuma ... por isso decidiu o Manuel Pereira, neste evento nomeado "Capitão de Passeio", levar-nos a conhecer a Fórnea da Cova da Velha.


"portantos", desta vez não fui eu o responsável pelos enganos e pelas estradas pitorescas ... 😀



E de novo pelo lindo Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros, pela N243 e depois pela N362 ...


Estacionámos as motos num parque destinado aos visitantes daquele monumento natural ...


E prosseguimos, a pé, por um trilho de cerca de 300 metros que nos leva ao ponto mais alto do promontório.



A Fórnea do Cabeço da Velha, em Porto de Mós.


Esta curiosidade geológica resulta da erosão das águas escorrentes e da das chuvas. Forma uma cova em forma de anfiteatro, ou forno escavado circularmente nas encostas calcárias.

Esta interessante obra da natureza tem cerca de 1 km de diâmetro e proporciona aos seus visitantes umas vistas fabulosas em especial num dia limpo e claro como o que tivemos a felicidade de ter na nossa visita.




E o final do dia aproximava-se rapidamente, o sol estava a esconder-se por detrás das encostas, ... e um vento frio começava a aparecer... era tempo de abalarmos.



Reabastecimento das motos em Porto de Mós, umas "mines" para reabastecimento próprio e reunião do Conselho Técnico de Vias de Regresso para decidir se o mesmo deveria ser feito pela AE ou pelo IC2.

Piedosamente, decidiu-se pelo IC2 pois alguns dos participantes não tinham ainda colocado o gadget que Os Lesmas comercializam e que permite circular nas AE's , mesmo em naked-motos. 😀


Este artigo encontra-se à venda nas nossas sedes e pode também ser encomendado por telefone 😀

Apesar do intenso trânsito que o IC2 apresentava e de ser já escuro (eram já mais de 18:30), todos chegámos em segurança a nossas casas o que, felizmente, sempre tem sucedido.

Bom... e creio que isto foi o de mais importante a registar devendo apenas acrescentar que, uma vez mais se tratou dum belo dia de passeio, por recantos desconhecidos da maioria de nós deste Portugal que, quanto mais se conhece, maior consciência se adquire que, afinal, ainda tanto há para conhecer.

Um dia de sã camaradagem, de brincadeira e boa disposição como só os verdadeiros amigos conseguem proporcionar uns aos outros.

Gostei... a sério que gostei e estou certo que este é o sentimento de todos os que tiveram a felicidade de poder participar em mais um passeio d'OS LESMAS. 😀 😀 😀 😀 😀 😀 😀 😀 😀 😀 😀 😀

NOTA: como habitualmente, todas as fotos no facebook OS LESMAS-Grupo Motard onde podem ser pirateadas, descarregadas, vendidas, sorteadas, ...